DA MARÉ

Assisti hoje ao lindíssimo documentário DA MARÉ [BAY OF ALLL SAINTS] filmado ao longo de seis anos por Annie Eastman em Alagados, com extrema sensibilidade.

No imaginário dos soteropolitanos Alagados remete à imagem das palafitas, nome pelo qual conhecemos os barracos de madeira apoiados em estacas sobre a Enseada dos Tainheiros. As primeiras palafitas surgiram no final da década de 1940 e permanecem até hoje, em paralelo aos aterros e inúmeras intervenções realizadas pelo Estado no bairro.

Annie Eastman conhecia a comunidade desde 1999, quando trabalhou como voluntária na ONG Grupo de União e Consciência Negra (Grucon). A partir da notícia de que as palafitas seriam erradicadas, ela começa a fazer um registro precioso deste processo.

DA MARÉ acompanha a comunidade entre 2004 e 2012, apresentado o cotidiano de Geni, Maria e Jesus, três mães que cuidam sozinhas de suas famílias. Norato é o elo de ligação entre elas e ao mesmo tempo o narrador do filme. Ele trabalha como eletricista, consertando geladeiras e dando um ‘jeitinho’ nas precárias instalações elétricas dos barracos e se torna confidente da maioria destas mulheres.

Ao mesmo tempo em que provoca um debate fundamental sobre a fragilidade e os equívocos das políticas públicas praticadas pelo Governo do Estado – sobretudo no que diz respeito à NÃO-participação dos moradores nos processos de desenvolvimento urbano – Eastman mostra com delicadeza o cotidiano da vida nas palafitas e a intimidade dos moradores, sem cair na tentação de vitimizá-los ou de romantizar a situação de extrema precariedade vivida por eles. DA MARÉ, portanto, possui uma potência política inestimável. Mais do que uma obra audiovisual, é um instrumento de luta.

O filme foi exibido hoje pela primeira vez em Salvador – integrando a programação do VIII Panorama Internacional Coisa de Cinema -, numa sessão emocionante com a presença de todos os moradores retratados no filme. Os técnicos da CONDER (Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia) também foram convidados pelos organizadores do Festival, mas não compareceram. Haverá uma nova sessão na quinta-feira (01/11) às 16h20 no Cine Glauber e eu recomento muitíssimo a todos que estejam lá.

CLIQUE AQUI PARA VER O TRAILER FILME.

CLIQUE AQUI PARA VER UM BREVE COMENTÁRIO DE EASTMAN SOBRE O FILME.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR O LANÇAMENTO DO FILME EM SALVADOR.

Anúncios

2 thoughts on “DA MARÉ

  1. Pingback: Da Maré « Salvador em outro foco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s